Quando a cabeça não tem juízo as bolas é que pagam