Idosos trocam lares para viver em residências com os amigos

Idosos trocam lares para viver em residências com os amigos


 

Os idosos não querem ser um fardo para os filhos mas também não querem viver fechados em lares. Em Espanha estão a ser criadas residências para “dar vida à idade”. Velhos, e juntos.
Não querem ser um fardo para os seus filhos mas também não querem viver fechados em lares aborrecidos. Depois de se reformarem, o que fazer? É simples. Aderir às novas residências criadas especialmente para a terceira idade.

Quem disse que as residências eram apenas para os jovens, estava enganado.

envelhecer_juntos_tafixe6


A ideia está a crescer em Espanha, com oito projetos e vários a ser pensados, e é muito simples: passar a última fase das suas vidas rodeados de amigos. Assim, os idosos juntam-se em cooperativas e moram juntos, num “lar” que lhes permite maior à vontade e proatividade. O seu lema é “dar vida à idade“.
envelhecer_juntos_tafixe5


É o caso de Víctor Gómez e Cruz Roldán, como conta o El País. Conheceram-se numa excursão de caminhada à Serra Nevada há cerca de 46 anos. Uma vez questionaram-se: “Por que não envelhecemos juntos?”. Quinze anos depois, moram com as suas mulheres em Convivir, uma república autogerida na cidade espanhola de Cuenca. Vários amigos e familiares entusiasmaram-se com a ideia de viverem todos juntos e, hoje, são 87 idosos naquela república.
envelhecer_juntos_tafixe4
As repúblicas para idosos, contam com todos os serviços de um lar tradicional. “Mas não ficamos sentados o dia todo numa cadeira entre desconhecidos“, explicou um dos moradores ao El País. Há uma oficina de risoterapia onde, juntos, se riem à gargalhada; aulas de ginástica e de macramé, entre outras. Muitas das aulas são dadas pelos próprios moradores. Tudo num ambiente jovem, é claro.

envelhecer_juntos_tafixe3

envelhecer_juntos_tafixe2


envelhecer_juntos_tafixe1